Livros x Séries

  • Acidentally On Purpuse
  • Amigas Online
  • Bones
  • Friends
  • Fringe
  • Glee
  • Gossip Girl
  • Pretty Little Liars
  • Private Practice
  • Sobrenatural
  • The Vampire Diaries
  • True blood

domingo, 8 de maio de 2011

A verdadeira amizade

Possuímos pessoas na vida que são simplesmente fantásticas ao ponto de influenciar em todas as nossas decisões, nos dar conselhos e seguir todos os nossos atos, mesmo que a distância. Eu to falando de amizade.xistem dias em que a vida acorda, e dá aquela olhada na nossa cara e diz: E aí, quem você quer ser hoje? O que você quer ser hoje? Ser feliz, triste ou acabar comigo? É aquele famoso tapa de luva que nos faz perder o caminho que fazemos da nossa cama até o banheiro mais próximo. Esseque esta deixando até você mesmo que me lê, sem entender nada. E qual a resposta que damos? O silencio. E então nos vem aquele “quem cala, consente”, mas consente com o que mesmo? Com o que a vida quiser nos dar.
Tenho de confessar que um dos meus dois lados (dois lados que todos temos), pede para que eu escreva sobre a vida de uma maneira ‘filosófica’, mas hoje não, quero ter excesso de sarcasmo, a começar logo após o momento de quando você decidiu entrar nessa página. Interação com o leitor? Vamos tentar dessa forma.
Você me entende se eu disser que tanto o meu, quanto o seu período de vivência aqui nesse plano é curto? Compreende que mesmo você fazendo tudo que gosta no tempo que quer nunca irá conseguir fazer exatamente tudo aquilo que deseja? E não adianta se desesperar, o curso da sua vida é inexorável, mas podemos suavizar o processo. Afinal, você não vive pensando no dia que irá morrer, não é mesmo? A não ser que deseje esse processo... ou não funcione bem essa sua massa encefálica (?).
Então vamos tentar de outra maneira, já que historinhas são sempre mais... convidativas (?).
A história a ser contada é de um rapaz (ou moça, o sexo que quiserem) que possuía ideais de vida como você também possui. Sonhava em possuir coisas, conquistar méritos, alcançar objetivos, e que por influência direta ou não do destino teve de largar tudo isso pra trás e recomeçar. Ironia isso não? Recomeçar como se nada tivesse acontecido antes, seria realmente um recomeço? Talvez sim, mas acredito que não. Já que estamos falando de destino, estava tudo pré-programado e aconteceu na hora certa, mas que não imaginávamos, então destino existe mesmo, ou foi um mero acaso?
E para agravar a situação, o que tirou o sonho de dentro das mãos dele, não foi uma outra pessoa, ou outra coisa qualquer que seja, foi ele próprio quem cavou o buraco no qual se enfiaria para não sair. Diria que, a vontade de querer demais, acabou o atolando nos próprios desejos, e impossibilitando o alcance de mais um dos seus objetivos.
São nesses momentos que eu me pergunto e pergunto para você que estar a me acompanhar freneticamente (ou não) com os olhos: a culpa afinal, foi dele ou do destino? Ou não existem culpados? Ele terá novas de chances de um recomeço? Ou apenas irá continuar uma saga sem fim? Então fica mais do que claro, que sempre fica o “será” em nossas vidas, e nunca somente depende de nós mesmos para se chegar a algum lugar, qualquer que seja. Mas sem duvida depende em grande parte de fazermos acontecer.
Então vista essa melhor roupa com sorriso amarelo, convicto de si que tudo vai dar certo sempre, afinal de conta, não podemos nunca perder a vontade de tentar, mesmo que tudo diga o contrário!

P.s.: Perdoar é preciso, o que não é necessário e se deixar enganar.
P.s.: E que me desculpem os infelizes/pessimistas, mas o meu mundo ta sobrando coisas boas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário