Livros x Séries

  • Acidentally On Purpuse
  • Amigas Online
  • Bones
  • Friends
  • Fringe
  • Glee
  • Gossip Girl
  • Pretty Little Liars
  • Private Practice
  • Sobrenatural
  • The Vampire Diaries
  • True blood

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Fakes !

Fake =(falso em inglês) é um termo usado para denominar contas ou perfis usados na internet para ocultar a identidade real de um usuário. Fake é um termo usado em relação também aos jogos, por exemplo, quando são falsos e nada é contido lá dentro.

Para isso são usadas identidades de famosos, personagens de filmes, desenhos animados, animes e até mesmo de pessoas conhecidas do dono da conta. Como não se sabe a identidade real do usuário, é comum chamar o seu perfil de "fake".

De maneira geral, os "fakes" são comumente encontrados em sites de relacionamento (como o orkut), mas também existem em serviços de mensagem instantânea (como o msn messenger) e fóruns. Uma das finalidades de um fake é dar opiniões sem se identificar, evitando constrangimentos ou ameaças pessoais ao opinante,mas sua maior finalidade é uma segunda vida, como um RPG. A maioria dos fakes o fazem só por diversão, para conhecer novas pessoas sem expor-se, para homenagear seu ídolos, etc.[carece de fontes?] No orkut, os criadores de perfis fakes, que ja passam de 900 mil, a maioria tem entre 8 e 25 anos de idade.[carece de fontes?]

O fake tem se tornado atualmente um novo problema social. Pessoas começam a apresentar distúrbios mentais e psicológicos, levando-os a trocar a vida real pela vida de seus perfis fakes. O mal uso do fake tem causado dependência nos usuários, declinando suas vidas nos aspectos social, colegial e intelectual. Para os viciados recomenda-se acompanhamento psicológico intenso. No fake eles adotam uma nova maneira de viver, lá eles podem ser quem quiserem.




Praia deserta para fakes no Orkut

No Orkut, há todo um submundo dedicado aos fakes. Há shopping de fakes, festas de fakes, e até mesmo uma agência de adoção para bebês fakes. Fakes casam, têm filhos, visitam lugares exóticos, e até "morrem" (morrer, em linguagem fake, significa deletar seu perfil). O problema é que os fakes acabam levando uma vida tão normal, mas tão normal, que precisam também enfrentar o dilema de conseguir cada vez mais e mais amigos. E o que era para ser solução acaba se transformando em um novo problema. Se é para ter os mesmos problemas de um perfil normal, qual a vantagem de ser fake? A vantagem pode ser vista neste vídeo: A liberdade. A possibilidade de se reinventar a cada dia. A experimentação de identidades. A construção e representação de novos papéis, ainda que virtuais.

No Twitter, ao menos por enquanto, a apropriação da ferramenta pelos fakes tem sido um tanto diferente. Se no Orkut o propósito é mais voltado para a experimentação de identidades, no Twitter os fakes buscam parodiar personagens famosos. Para que a paródia faça o máximo de sucesso, é preciso elevar à máxima potência o controle das impressões emitidas pelo personagem que se quer interpretar. Como resultado, alguns personagens fakes fazem enorme sucesso.

Há a Maisa do Sabado Animado, a Dercy Gonçalves, e até um Delegado da Polícia Federal fake. Fakes até conversam com outros fakes. Mas o sucesso mesmo é do Vitor Fasano (a versão fake do ator Victor Fasano; há até mesmo uma versão fake do fake, bem como uma versão fake do fake do fake, além de uma versão fake do fake do fake do fake). Muitos até mesmo passaram a adotar um estilo VF de vida.

Criar um fake não é nada fácil. Criar um fake verossímil, então, é mais complicado ainda. Você precisa captar a essência do personagem a ser incorporado de tal modo que interaja com os demais de uma forma natural. De certa forma, o VF do Twitter consegue fazer isso com maestria. Até mesmo fora do próprio Twitter.

Por outro lado, "incorporar" traços da personalidade de outras pessoas pode ser considerado crime, como no caso da falsidade ideológica (art. 299, do Código Penal). Há um limite entre a piada saudável e o abuso. Além disso, há quem se valha de fakes para cometer crimes, como os de ofensa a honra. Um fake pode até mesmo acabar com uma vida real. Literalmente. Criar um fake de um personagem de desenho animado é completamente diferente de criar um fake para sacanear seu vizinho.

Embora a maior parte dos fakes saia impune (só do ator Victor Fasano, são 4 versões fake no Twitter, e pelo menos outras 10 no Orkut), há a possibilidade de haver ações no judiciário contra aqueles que extrapolam o limite entre diversão e crime

Nenhum comentário:

Postar um comentário