Livros x Séries

  • Acidentally On Purpuse
  • Amigas Online
  • Bones
  • Friends
  • Fringe
  • Glee
  • Gossip Girl
  • Pretty Little Liars
  • Private Practice
  • Sobrenatural
  • The Vampire Diaries
  • True blood

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Como desmontar um garoto?

Como se não bastasse a neurose feminina pela perfeição (e haja malhação, dieta, silicone, botox, salão de beleza e consultórios dermatológicos), os meninos mergulharam de cabeça nessa onda. Metrossexual virou fichinha perto do que os heterossexuais se transformaram. Cabelos milimetricamente despenteados ou “engelzados” pra frente da cara, barriga tanquinho, bíceps, tríceps e, sei lá, quadríceps trabalhados, cinto, echarpe, piercing, tatuagem em local estratégico, cuecas bacanas intencionalmente pulando para fora das calças baixas.

“Se montar”, que era, até pouco tempo atrás, um termo do universo gay, foi definitivamente incorporado pelos heteros. Eles nunca estiveram tão montados. Isso quer dizer que ficou ainda mais complicado para nós mulheres desmontá-los. Se antes a dificuldade era desvendar quem era o moço por trás daquela lábia, do jogo de sedução, hoje há mais camadas para despir. Não estou falando de sexo, mas de conhecer sua essência por trás de tanto “estilo”.

Ficamos então nós e eles, cada um revestido com seu look fantástico, mutuamente tentando se enganar e ao mesmo tempo desvendar um ao outro. Mas o nível de dificuldade está tão alto que ambos desistem. Eu finjo que acredito que você é esse aí que aparenta (ou seja, igual a todos os seus amigos e igual àquele cantor emo que você pretende parecer) e você finge que acredita que eu sou essa aqui mesmo debaixo de todos esses acessórios (igual a todas as minhas amigas e igual àquela cantora que eu queria ser).

Não é à toa que Lady Gaga faz tanto sucesso. Ela virou a meta de superação de meninos e meninas. Performáticos. Espontaneidade? O que é isso?

Assim, a verdade de cada um vai ficando tão bem escondida em meio a tanto glitter que nem os seus próprios donos sabem mais qual é. Será que nos transformamos todos em avatares e não nos demos conta?

Nenhum comentário:

Postar um comentário